Now Reading
Planetas Retrógrados

Planetas Retrógrados

person lying on orange sofa
Tempo de Leitura: 12 minutos

Como expliquei no artigo É culpa de Mercúrio Retrógrado, os planetas retrógrados pedem uma coisa: um olhar para dentro de si de forma mais atenta e cuidadosa. É o momento que vamos enfrentar nossas sombras e ter a possibilidade de enxergar no mundo o reflexo de nós mesmos.

A Astrologia, mais do que prevê, ela ensina e te ajuda a perceber o mundo externo e interno com outros olhos. Por isso é importante prestar atenção nos seus próprios ciclos.

Pessoas que possuem planetas retrógrados no Mapa Natal, quando o trânsito do mesmo planeta entra em retrogradação, essa pessoa tende a se sentir mais confortável com a situação do que outras pessoas. Por isso, muita gente não vai sentir as retrogradações da mesma forma. É como se elas já conhecessem essa energia e soubesse lidar com a introspecção de uma forma mais leve.

Geralmente, a retrogradação pede maior introspecção, porque é a partir dessa intropecção que temos tempo e presença para olhar para as nossas próprias necessidades e nos questionar sobre nossas escolhas e o caminho que estamos traçando, se realmente está de acordo com o que realmente queremos. Muitas vezes, quando não respeitamos esse momento, situações externas acontecem para nos fazer enxergar para nós mesmos.

Até você se tornar consciente, o inconsciente vai dirigir sua vida e você vai chamá-lo de destino.

Carl G. Jung

Quando Mercúrio está retrógrado, eu sinto maior necessidade de escrever, ler e nem sempre quero sair, me movimentar ou socializar muito. Logo quando criei o Instagram do O Universo Estrelar, poucos dias depois se iniciou o Mercúrio Retrógrado. No mês anterior eu me dediquei a fazer um eBook para a mentoria que planejava fazer em dois meses e todo o material que iria publicar com antecedência. Durante o período de Mercúrio Retrógrado eu custei para gravar stories e fazer vídeos porque, mesmo com tudo bem planejado, eu não queria aparecer ou falar, eu queria escrever. Foi quando eu revisei o eBook e dei continuidade na ideia da mentoria. Eu não tenho Mercúrio Retrógrado no meu Mapa Natal, então, eu sinto um período bem desconfortável mas que eu aprendi a usá-lo ao meu favor. Se eu sei que eu preciso fazer algo, eu preparo com antecedência, reviso e faço o melhor que eu posso nas condições que eu tenho. E isso foi o suficiente para conseguir sair de um período de MR com agenda fechada e vagas da mentoria esgotada com menos de dois meses de existência do O Universo Estrelar.

Agora, quando Júpiter entrou em retrogradação, foi incrível pra mim. Eu tenho Júpiter Retrógrado no meu Mapa Natal e este ano quando entrou em retrogradação, foi um período que eu comecei a revisar muitas coisas que aconteceram ao longo do ano, me deixou muito mais preparada e com a mente clara sobre o que eu preciso fazer para conseguir chegar no meus objetivos. Foi também um período que eu eu viajei para alguns lugares, um deles passando pela linha de Júpiter IC pela Astrocartografia, onde tive vários insights sobre o curso que estou produzindo. Mas eu sei que para muita gente pode ser diferente, porque é uma energia diferente daqueles que possuem Júpiter Direto no Mapa Natal, pode gerar desconforto e apresentar situações diversas para que a pessoa tenha esse olhar interno para a evolução pessoal.

sportive woman with bicycle resting on countryside road in sunlight
Photo by Andrea Piacquadio on Pexels.com

Mercúrio Retrógrado

Expliquei tudo sobre Mercúrio Retrógrado no artigo É culpa do Mercúrio Retrógrado! de forma bem profunda dentro da abordagem da Astrologia Psicológica e a dinâmica do inconsciente. Mas um fato é que Mercúrio é regido por Gêmeos e Virgem, portanto, a comunicação de todos os tipos seja interpessoal ou entre lugares (logística) e o nosso dia-a-dia tendem a ser afetados e, inclusive, falar sobre saúde física e mental.

Nessa época é aconselhável ter tudo bem estruturado apenas para dar continuidade, sendo revisado e feito com calma. É importante ter tempo para si, porque senão, é bem capaz que o seu inconsciente vai colocar situações para trazer para o presente e refletir sobre as próprias questões.

O caso que aconteceu recentemente sobre o Facebook, Whatsapp e Instagram passar longas horas fora do ar, retrata bem as questões sobre Mercúrio Retrógrado no signo de Libra. O que está pipocando na internet é que em uma entrevista, Frances Haugen, que era Gestora de Produto do Facebook, disse que a empresa prioriza lucros ao invés de segurança, “coincidentemente” o Facebook & cia caiu quase o dia inteiro ontem. E o mais interessante é que foi uma fala que induz um escolha entre a saúde mental da sociedade como “paz mundial” ou dinheiro, questões bem Librianas: ética, diplomacia, valores, princípios e dinheiro.

Mas aí, nesse caso, você deve olhar para essa situação e pensar: o que você tem a ver com isso? O que Mercúrio Retrógrado está te ensinando?

Este evento associado a Mercúrio Retrógrado é uma sincronicidade que gera uma reflexão profunda sobre si mesmo: como anda suas próprias escolhas que têm feito? Quais são as suas prioridades? Tem conseguido gestionar suas relações com diplomacia e ética? Tem conseguido gestionar suas finanças com princípios e valores?

De qualquer forma, Mercúrio Retrógrado é bem polêmico e parece, de fato, “predestinação”. Porque é “batata!”. Basta chegar e sempre acontece algo icônico que faz as pessoas duvidarem sobre a veracidade da Astrologia.

Quando compreendemos essa questão coletiva, é sempre bom ficar de olho para evitar certas coisas durante o período de Mercúrio Retrógrado como: casamentos, lançamentos, grandes decisões ou escolhas de grande impacto. Mas por que evitar? Porque é momento de refletir e compreender o mundo à sua volta para ter certeza de como as coisas vão caminhar. As decisões só são feitas quando bem analisadas e revisadas, como pede esse período de Mercúrio Retrógrado!

Vênus Retrógrado

Aproximadamente a a cada 8 meses, a Vênus entra em retrogradação, e vai colocar as questões Venusianas em jogo: tudo que está ligado a relacionamentos pessoais, sociais, afetivos e financeiros!

Love’s in the air… Mas nem sempre é bem correspondido ou pode parecer uma ilusão ou simplesmente se desfazer. Tudo tende a ser muito sensível, um sentimento intenso e profundo.

O que acontece? Uma mudança interna de consciência sobre seus próprios valores e princípios e podem chocar com aquilo que você escolheu a princípio. E isso vai influenciar desde as relações com seus colegas de trabalho, ou algum romance ou mesmo financeiramente.

É um momento introspectivo, como todos os retrógrados. Mas dessa vez, a introspecção Venusiana é bem íntima e criativa. Então por isso pode apimentar as relações já existentes e trazer aquele sentimento de “amor à primeira vista“, mas se não houver uma conexão prévia, a tendência é que, cedo ou tarde, esse fogo se apague. Mas durante este período pode ser fantástico para a criatividade introspectiva: seja para quem escreve, para artistas que precisam de maior introspecção para criar suas obras, dançarinos que precisam de um tempo só para memorizar a coreografia como as bailarinas ou até mesmo para criar um ambiente íntimo e confortável entre você e seu parceiro. A criatividade também pode encontrar em “formas de ganhar/fazer dinheiro“, situações externas podem aparecer para te ajudar a gerir suas prioridades em forma da energia de troca: o dinheiro.

Marte Retrógrado

O nosso Guerreiro Interior, imbatível, forte, o impulso da vida e que nos dão a capacidade de realizar qualquer atividade, quando entra em retrogradação, é importante prestar atenção na saúde, porque a nossa energia vital tende a ficar mais baixa. Exceto para as pessoas que possuem Marte em grau anarético ou retrógrado no Mapa Natal, porque é normal sentirem resistência do ambiente, do tipo que quanto maior a pressão externa ou o mundo está caótico lá fora, eles dão conta e fazem bem feito tudo que for proposto a fazer.

Mas no geral, Marte Retrógrado vem avisar uma vez por ano para cuidar do nosso corpo físico, manter a calma, saber até onde podemos nos arriscar. Em consequência disso, tendemos a entrar em conflito por bobeira, para aprender a solucionar nossas questões e nos posicionar de acordo com as nossas vontades. Aprendemos que a nossa escolha importa e que ela nos definem, por isso é importante também saber das consequências das nossas escolhas e, isso, nos tornam responsáveis a elas.

Acontece que sentimos essa pressão externa, as coisas acontecem rápido e pedem respostas imediatas. E isso dá literalmente uma dor de cabeça e a nossa pressão também aumenta. Tem gente que vai manifestar essas questões na pele, outras no estômago, mas é como se o “corpo pegasse fogo”, as alergias alastram, o vermelhidão aparece de diversas formas. Por isso é importante saber lidar com as adversidades e agir com mais maturidade, sabendo os nossos limites e limitações.

Júpiter Retrógrado

Aproximadamente uma vez por ano, Júpiter entra em retrogradação, e ele vai pedir maior consciência interna através do exagero de certas questões externas. Por exemplo, Se o trânsito de Júpiter passa próximo a Lua Natal, pode ser um período que as emoções e a intuição estarão mais evidentes, pode fazer com que a pessoa tanto tenha um controle emocional maior e utilize essa energia intuitiva ao seu favor, ou pode gerar muito medo e até depressão, por que ao mesmo tempo que Júpiter pode potencializar, pode distorcer às lentes da consciência da relação do eu-no-mundo.

Quem tem Júpiter Retrógrado Natal, quando bem desenvolvido, pode ser um momento de desenvolvimento pessoal, otimismo e até sorte. Quem consegue compreender esse momento e agir de acordo, pode ser muito benéfico. Mas também pode gerar um excesso de otimismo, extravagâncias que podem ser ruins a longo prazo.

Saturno Retrógrado

Da mesma forma que Júpiter, uma vez por ano Saturno entra em retrogradação, trazendo para nossa consciência uma realidade que não queríamos notar anteriormente. Esse choque de realidade tende a ser difícil, porque o olhar interno nos permite identificar e definir nossos objetivos que, nem sempre, está de acordo com o que realmente esperávamos. Saturno é decisivo e pede planejamento e comprometimento com o que foi proposto.

No final das contas, particularmente, acho um período interessante para revisar projetos profissionais e pessoais porque é quando vamos enxergar com outros olhos, traçar metas e ter a clareza e disciplina para materializar o que realmente queremos. Começamos a formar uma rota, ainda que seja algo que nem imaginávamos anteriormente.

Saturno coloca ordem no nosso caos interior. Tudo vai depender do seu caos interior e como você tende a lidar com ele, com as frustrações e decepções que isso pode te gerar. O choque de realidade pode vir forte e deprimir algumas pessoas quando enxergam que o caminho que estava sendo traçado não era bem o que deveria ser traçado. mudar de rota, criar novas alternativas e correr contra o tempo, tende a gerar um certo sentimento de impotência.

Esse é um período que somos capazes de enxergar o que nem sempre queremos ver, mas necessários para o amadurecimento do nosso ser.

Urano Retrógrado

Urano é o planeta considerado “uma oitava acima de Mercúrio“, o que significa dizer que é como se Mercúrio fosse a consciência individual e Urano a consciência coletiva. Então, a partir de Urano, vamos falar sobre um nível de consciência coletivo, que independe de questões meramente pessoais, com alto nível de comunicação.

Urano fica em seu movimento retrógrado durante longos períodos, por isso, todos os anos somos capazes de sentir as vibrações retrógradas de Urano, da qual vai variar de acordo com o signo que Urano se encontrar.

Quando Urano estava transitando por Aquário, foi possível enxergar vários avanços na ciência. Em 1999, quando Urano entrava em retrogradação, foi quando surgiu vários tratamentos mais eficientes contra o câncer, a AIDS e até o Viagra.

Em Agosto de 2019, Urano em Touro entrou em Retrogradação até 11 de Janeiro de 2020, durante esse período, o mundo passava por várias questões financeiras relacionadas ao comércio internacional, principalmente relacionado EUA e China, mas também a questão do Brexit. No final do ano de 2019, foi quando começou a apontar a questão do COVID na China, e próximo do Eclipse de Janeiro de 2020, juntamente com o final da retrogradação de Urano, foi quando a China anunciou o potencial de uma pandemia da qual o mundo inteiro ignorou. E isso resultou em uma crise econômica mundial depois de diversos confinamentos longos. E a raíz dessas questões emergiram durante o período de de Urano Retrógrado, quando pedia a consciência elevada a nível coletivo. Claro, existem diversos outros fatores no mundo e no céu como reflexo que impulsionaram toda a crise financeira mundial, mas Urano em Touro esteve ali para acelerar o processo tensionando as questões comerciais de grandes potências, por acaso, com uma novidade chamada COVID-19. Em outro espectro, Touro também fala de valores e princípio, e não podemos negar o impacto da pandemia na perspectiva individual em prol do coletivo com relação às questões taurinas sobre valores e princípios éticos pessoais versus coletivo.

Durante períodos de Urano Retrógrado é importante refletir sobre sua posição quanto à sociedade. Algumas ideias podem ser relacionadas com os aspectos que o trânsito de Urano faz com seu Mapa Natal. Urano é um planeta lento, fica anos no mesmo signo. Mas a retrogradação dele a nível pessoal pede uma mudança interna, de posicionamento, por isso é importante rever conceitos quando se fala de Urano Retrógrado.

Netuno Retrógrado

Quem tem Netuno proeminente no Mapa Natal já conhece a energia Netuniana e se sente confortável com ela. Muitas pessoas que mexem com a criatividade dos diversos tipos, pessoas empatas ou com alto nível de sensibilidade emocional ou psíquica, tendem a ter Netuno mais forte no Mapa Natal. Acontece que, quando ele entra em retrogradação, a gente tende a não sentir muito a nível pessoal direto como acontece com os planetas pessoais. Porém, tende a acontecer de forma espelhada no outro, como projeções ou mesmo através de situações sincrônicas.

See Also
a couple hugging

Já notou que existem épocas do ano que você sente como se as pessoas ao seu redor estivessem mais “espiritualizada”? De repente, você nota que todo mundo tem o hábito de soprar canela para dentro de casa, sendo que há poucos meses você nunca nem tinha notado isso. Ou talvez, você que nunca foi de frequentar a igreja, passou a sentir vontade de ir, talvez por influência de algum familiar ou amigo. Ou mesmo você comece a se interessar ainda por produtos mais naturais e terapias holísticas em geral e começa a ver mais sobre isso ao seu redor. Ou você começa a sentir mais vontade de ler ou escrever, pensa até em escrever um livro ou de fato começa a escrever um livro… E nota que é Netuno Retrógrado.

Bom, é uma energia mais sutil de notar, mas ela existe. E, infelizmente, também existe as formas mais complexas dessa energia. Ela vem como uma onda do inconsciente coletivo, assim como aconteceu na época da Alemanha Nazista, da qual, ninguém entende como, mas as pessoas começam a ficar mais alienadas. Isso não acontece apenas quando Netuno está Retrógrado, mas quando existem tensões com Netuno também. Acontece que com a retrogradação Netuniana, essas questões tendem a aflorar ainda mais, de forma inconsciente.

Muita gente começa a ter “deja vú”, aumenta a capacidade psíquica e a busca por explicações internas e externas se evidenciam, por isso, a espiritualidade acaba sendo um canal de luz para esses momentos. Muita gente não sabe lidar com esse tipo de energia, são períodos difíceis que pode gerar paranóia e desenvolver diversos problemas mentais, e a ajuda da psicoterapia é necessária.

Em Junho de 2018, logo quando Netuno em Peixes entrou em retrogradação, eu tive uma experiência bem surreal em um lugar tenebroso. Eu estava visitando Auschwitz quando ainda trabalhava com viagens e entrei no principal e maior campo de concentração e extermínio humano dizendo que eu queria retratar a minha experiência no lugar de forma realista mas “sensorial”. Ao longo da visita, em um momento eu senti falta de ar, no outro, em uma sala que tinha cabelo humano e as latinhas que usavam nas câmaras de gás, eu senti um soco no estômago, uma vontade de chorar incontrolável, falta de ar e tontura. Sai correndo e sentei no chão. Eu fiquei pensando durante toda a visita sobre vários paradoxos vividos naquele lugar, sobre a ética de manter aquele museu e principalmente sobre a a exposição de quem foi parar ali sem poder ter a escolha de não ter seus rostos em fotos ou ocultas.

Foi uma época que essas sensações me impressionaram muito, minha sensibilidade aumentou muito. Eu sabia que eu precisava escrever o artigo sobre Auschwitz da minha forma, mesmo depois de ter publicado uma foto no Instagram e ter muita gente criticando porque eu estava na foto. Durante todo o momento enquanto eu escrevia, eu arrepiava. Ficou no ar por um bom tempo, até mudar o site completamente para este site de Astrologia, mas pode ser que um dia eu volte a publicá-lo com detalhes ocultos na época.

Netuno Retrógrado nessa época veio através de situações que mostraram algumas qualidades empáticas que tenho em uma época que eu comecei a negar que eu tinha essas características. De alguma forma, Netuno veio me informar que esse lado existe e precisava de mais atenção para ser desenvolvido.

Plutão Retrógrado

Plutão é outro planeta que encontramos retrógrado uma vez ao ano, por longos períodos, lidando com questões que impactam a sociedade como um todo. A principal questão de Plutão é sobre poder versus impotência, o signo em que ele se encontra vai colorir o cenário por onde ele passa.

Podemos ver na prática um caso recente sobre a influência de Plutão Retrógrado. Vamos voltar em 2005 e 2007, nos precedentes da Crise de 2008.

Em 2005, durante Plutão em Sagitário Retrógrado, o gerente do fundo Michael Burry já previa que os créditos hipotecários se tornariam voláteis em dois anos, e fechou negócio com a Deutsche Bank. Plutão fala muito sobre investimentos e, em Sagitário, pode falar sobre assuntos legais e até internacionais, o que encaixa perfeitamente na situação. Além disso, o gerente do fundo Michael Burry “prever” algo também está conectado a energia plutônica porque tem um lado investigativo de pesquisa mas também do nosso “feeling”, vulgo, intuição. E nesse meio financeiro, haja especulações!

Eis que em 2007, uma série de eventos sérios aconteceram durante o período de Plutão em Sagitário Retrógrado, que aconteceu entre Março a Setembro de 2007. Logo em Abril de 2007 foi o primeiro evento que declara falência de uma grande imobiliária de investimento. Até setembro muitos eventos passaram mostrando onde tudo isso poderia chegar e, ao mesmo tempo, a questão da impotência do setor financeiro e como isso começou a impactar de forma global. Até que em 2008 se inicia com a passagem de Plutão pelo grau crítico entre Sagitário e Capricórnio e dá início a Crise Financeira Global de 2008 e se desenvolveu ainda mais ao longo do ano com Plutão Retrógrado em grau crítico. Ou seja, a crise de 2008 também está relacionada não apenas a períodos intensos de Plutão Retrógrado, mas um ano em que Plutão esteve a todo momento em grau crítico, em fase de transição.

Os assuntos legais internacionais (Sagitário) se tornaram um problema estrutural governamental mundial (Transição para Capricórnio). A força de Plutão está configurada principalmente nas perdas financeiras, no sentimento de impotência generalizada.

Como a transição foi em signos de Fogo e Terra, a destruição e reestruturação veio para construir algo novo, materializando algo mais concreto e menos pessoal. Isso é o que mais diferencia com relação a Crise de 1929 da qual executivos pulavam dos escritórios em Wall Street e teve suicídio em massa, acredito que seja pela influência de Plutão em Câncer, da qual fica extremamente sensibilizado com a crise e as questões familiares em jogo e, por drama, ainda mais com Netuno em transição entre Leão e Virgem e Urano em Áries, acaba agindo por impulso. Mas Plutão fala sobre mortes, no sentido de finalizar um ciclo e até mortes em concreto, como também podemos notar a interferência de Plutão em Capricórnio quando se uniu a Saturno e Júpiter em 2020, trazendo isolamento para uma reestruturação que parte do governo (Saturno), a nível mundial (Júpiter), gerando muitas mortes literalmente falando mas marcando um novo ciclo da história da humanidade (Plutão).

Portanto, Plutão tende a falar de coisas que estão a nível inconsciente, mas durante o período Retrógrado te dá a oportunidade para um olhar atento e cuidadoso daquilo que mais tememos olhar e aceitar, afinal, nosso ego não gosta de enxergar certas coisas nossas, principalmente quando elas ameaçam a nossa própria identidade. Então, quando refletimos através de eventos e situações que acontecem ao nosso entorno, podemos também enxergar questões pessoais que precisam ser desenvolvidas para que uma crise pessoal seja evitada.

Para saber detalhes dos aspectos que estão acontecendo ao longo desta temporada, se inscreva no O Universo Estrelar News e se prepare com os principais aspectos dos trânsitos mensalmente e muito mais!

Assinatura recebida!

Verifique seu e-mail e confirme a assinatura do boletim informativo.


Para fazer Consulta Astrológica com a autora, esclarecendo suas questões e sabendo dos eus trânsitos pessoais, faça o agendamento online aqui.

Porque todos somos estrelas!

Copyright © 2021 | All rights reserved